terça-feira, dezembro 12, 2006

Moradores de Mutuns apontam necessidades para o PDU de Itabuna

Apesar da falta de energia na localidade, distante 8 quilômetros do perímetro urbano de Itabuna, os moradores de Mutuns, atendendo a convocação da Comissão Municipal de Referência Local, compareceram na tarde do último sábado, dia 9, à Escola Municipal Zacarias Dantas para apontar as necessidades e prioridades para a melhoria do distrito localizado na área rural e que farão parte do Plano Diretor Urbano Participativo (PDU). Inicialmente, o diretor de Engenharia da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Marcos Alan Ribeiro de Farias, fez uma breve explanação sobre os objetivos da reunião que visa assegurar a participação popular na construção do plano que irá orientar o desenvolvimento da cidade nos próximos 10 anos.

Alan também lembrou a questão do êxodo rural que fez crescer a população da área urbana de Itabuna e comprometeu o desenvolvimento ordenado. A diretora do Departamento de Infra-Estrutura Escolar e representante da Secretaria de Educação e Cultura na Comissão Municipal de Referência, Rosângela Ferreira Conceição, enfatizou que a reunião é uma oportunidade de se pensar a comunidade de maneira coletiva. “Vocês conhecem as necessidades e nós, enquanto técnicos da administração municipal, precisamos ouvir vocês para documentarmos e definirmos, de acordo com o pensamento de todos, as prioridades que podem ser concretizadas a partir da execução do PDU”, frisou a professora.

O administrador do distrito, Genaro Ferreira, lembrou aos demais moradores de Mutuns que é preciso construir a unidade para que a melhoria da localidade se torne realidade. “Com força, união e luta vamos conquistar os nossos objetivos”, disse Genaro. Também fez uso da palavra o representante da Secretaria de Transportes e Trânsito (Settran), Abílio Pereira, que mencionou os resultados positivos que o PDU podem gerar na melhoria do serviço de transporte. A questão da acessibilidade, inclusive com transporte adaptado, foi lembrada pelo presidente da Fundação dos Deficientes Físicos do Sul da Bahia (Fundesb), Yacilton Queiroz.

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Jurandir Nascimento, falou para os moradores de Mutuns que o fato de assegurar a participação deles na construção do PDU é a garantia de que as ações priorizadas serão reflexo do compromisso de todos. Após as explanações foram formados grupos de trabalho nas áreas de desenvolvimento sócio-econômico, habitação, cultura e meio ambiente, transporte e acessibilidade e de desenvolvimento institucional, cada um deles com um moderador e um relator, a quem coube sistematizar sugestões e propostas a serem incorporadas ao Plano Diretor Participativo de Itabuna após cada uma das 13 reuniões nos diversos bairros da cidade.

Moradores - Participando das discussões e apontando as necessidades, segundo o seu ponto de vista, a senhora Antonieta Araújo Oliveira, que há 59 anos é moradora do local, ressaltou a importância da participação da comunidade na construção do PDU: “Para a comunidade crescer, nós, que conhecemos a realidade de Mutuns, precisamos participar porque somos todos responsáveis pela melhoria da qualidade de vida”.

“Para nós é uma grade oportunidade para transformarmos para melhor a nossa realidade. Se cada morador assumir a sua responsabilidade, com certeza a comunidade irá crescer e estaremos assegurando um futuro melhor, principalmente, para as futuras gerações”, disse dona Antonieta. Na opinião de Valdirene da Silva, 34 anos, a partir do momento que todos expressam seu pensamento é possível traçar um perfil das reais necessidades da comunidade.

Dentre as necessidades identificadas pelos participantes da reunião estão a melhoria do sistema de transporte que atende aos moradores da localidade, criação de um espaço onde possam ser desenvolvidas oficinas que capacitem os moradores para a geração de renda, conclusão da rede de esgotamento sanitário e manutenção da caixa coleta e construção de lavanderia comunitária.

Na área de segurança, os moradores sugeriram a construção do Posto Policial. Os participantes apontaram a necessidade da construção de uma quadra poliesportiva e de uma praça, além da reforma do campo de futebol e ampliação da capacidade de atendimento da escola municipal. A 5ª reunião regional acontecerá nesta terça-feira, 12, às 19 horas, no Colégio Antônio Carlos Maqalhães, na Mangabinha, envolvendo além dos moradores daquele bairro, representantes do Juca Leão, Zildolândia, Burundanga, Berilo e Bananeira. (Fonte: Ascom de Itabuna)