terça-feira, dezembro 12, 2006

DST/Aids homenageia parceiros de combate à doença em Itabuna

Será realizada nesta terça-feira, 12, no plenário da Câmara Municipal de Itabuna, uma solenidade para homenagear personalidades das mais diversas áreas e as instituições que prestam serviços de assistência, prevenção, proteção, diagnóstico e gestão em Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST´/Aids) em Itabuna. Os homenageados vão receber o 2º. segundo troféu Pedro Chequer no evento que está programado para as 19 horas A iniciativa é da Coordenação Municipal de DST/Aids que já realiza a homenagem pela segunda vez no município. Entre os que serão contemplados com o troféu estão profissionais de imprensa, dirigentes e ativistas de Organizações não-Governamentais.

De acordo com o coordenador, Elivaldo (Val) Cabral, dentro da proposta dessa iniciativa está a pretensão de intensificar os esforços dos órgãos públicos e da sociedade civil, com o objetivo de conter o crescimento das notificações de doenças sexualmente transmissíveis e do HIV/Aids. Outro objetivo para a entrega do troféu, apontado por Val, é a instigação para a continuidade e consolidação das ações que resultaram em benefícios na a melhoria da qualidade de vida dos portadores do vírus HIV e que contribuíram para alertar a sociedade e as autoridades para a necessidade de envolvimento e desenvolvimento de ações para enfrentar a epidemia.

Para o coordenador, a entrega do troféu é apenas o reconhecimento público aos ativistas, profissionais e as instituições que atuam com a DST/Aids e como forma de incentivar a continuidade dos esforços e do aperfeiçoamento das ações de combate à doença e o apoio indispensável ao portador do virus HIV.

Quem é Pedro Chequer - Pedro Chequer, que empresta seu nome ao troféu, é especialista em saúde pública e dermatologia sanitária, além de mestre em epidemiologia pela Universidade da Califórnia em Berkeley (Estados Unidos). Pedro se notabilizou como um dos principais articuladores da política brasileira de resposta à epidemia, além de ter sido o segundo coordenador do Programa Nacional de DST/Aids, em substituição à médica Lair Guerra, afastada do cargo em 1996 por causa de um acidente de trabalho. Ele também é representante da Unaids (órgão da ONU para o controle da Aids no mundo) no Cone Sul e já assumiu a mesma função do escritório da Unaids no Brasil. Segundo Cabral, Pedro tem sido homenageado no mundo inteiro por ter sido o administrador do melhor programa de combate a Aids no planeta. (Fonte: Ascom de Itabuna)