segunda-feira, dezembro 18, 2006

Centros de referência em assistência social vão beneficiar mais 1.004 municípios

Mais 1.004 municípios brasileiros ganharão, a partir de janeiro de 2007, centros de referência da assistência social, unidades que contam com psicólogos e assistentes sociais para auxiliar famílias de baixa renda. Atualmente, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome mantém, juntamente com prefeituras, 2.200 centros de referência em 1.600 municípios brasileiros.

Segundo a secretária-executiva do ministério, Márcia Lopes, a verba começará a ser liberada ainda neste mês, para contratação e capacitação dos assistentes sociais e psicólogos que trabalharão nos centros. Ela explicou que o trabalho nos centros é importante porque muitos municípios brasileiros sequer contam com os serviços desse tipo de profissional.

“Estamos garantindo, às vezes, pela primeira vez, a contratação de psicólogos e assistentes sociais em municípios brasileiros. Temos municípios que nunca tiveram esse tipo de profissional. Às vezes, é um assistente social que atende a quatro, cinco municípios. Então, tem realidades muito distintas no Brasil. Tem municípios que já são bastante estruturados, mas têm muitos que não”, disse a secretária.

Os centros de referência da assistência social são espaços que oferecem apoio e acompanhamento a famílias em situação de vulnerabilidade social, promovendo articulação dessas pessoas com serviços básicos de saúde e de educação, entre outros.

De acordo com Márcia Lopes, o Ministério do Desenvolvimento Social terá como prioridades, neste início de 2007, a consolidação do Sistema Único de Assistência Social e do Sistema Nacional de Segurança Alimentar. (Fonte: Agência Brasil)