segunda-feira, dezembro 04, 2006

Centros de Assistência beneficiam bairros da periferia de Ilhéus

Ilhéus já possui em sua estrutura de atenção às famílias carentes quatro Centros de Referência em Assistência Social (Cras). Os núcleos estão instalados nos bairros Banco da Vitória, Teotônio Vilela, Nossa Senhora das Vitórias e Barra, com capacidade para atender até 20 mil famílias em serviços como cursos de capacitação, oficinas, palestras sobre saúde e cidadania, além do encaminhamento para os programas de complementação de renda do Governo Federal.

A secretária Fátima Reis afirma que os Cras têm oferecido uma contribuição expressiva para melhorar a vida de milhares de pessoas na periferia. “Muitos já aprenderam uma profissão, em cursos como os de culinária e corte-e-costura, realizados no Cras”, exemplifica. Para ela, o trabalho muda a perspectiva e dá esperança à população pobre.

“O Cras é um amigo daquele que mais necessita da presença e da ajuda do poder público, e as pessoas buscam cada vez mais esse serviço”, observa a secretária. Cada unidade conta com psicólogo, assistente social, auxiliar administrativo e estagiários, além de um coordenador. A proposta é garantir a emancipação social das famílias, devolvendo a cidadania para cada um de seus membros.

Além do próprio bairro onde está instalado, os Centros de Referência atendem outras comunidades. O do Nossa Senhora das Vitórias assiste também moradores do Couto, Santo Antônio, Maria Jape e do bairro Hernani Sá; o núcleo do Banco da Vitória cobre Salobrinho e Vila Cachoeira, enquanto o do Teotônio Vilela acolhe famílias de Vila Nazaré e o da Barra abrange os bairros de São Miguel, Iguape, Jardim Savóia e as comunidades de Sambaituba, Vila São João e do CSU. (Fonte: Ascom de Ilhéus)