segunda-feira, dezembro 18, 2006

Capitania dos Portos lança campanha Mar Seguro

A Campanha “Legal no Mar: Navegue com Segurança”, lançada no dia 17 de dezembro pela Marinha do Brasil, acaba de ganhar um grande reforço. A Delegacia da Capitania dos Portos em Ilhéus teve a idéia de lançar uma iniciativa paralela de fiscalização do tráfego aquaviário no período do verão. Até o dia 5 de março, será realizada a operação “Mar Seguro”.

O Comandante Francisco de Assis dos Santos, delegado da Capitania dos Portos em Ilhéus explicou que a experiência recente tem demonstrado que a postura educativa, dentro do mote estabelecido pela Marinha do Brasil de “orientar e educar antes de notificar”, é o melhor instrumento para assegurar resultados imediatos e mais permanentes. As novas ações envolverão, além da Delegacia em Ilhéus, os navios Patrulha Gravataí e Guaratuba, subordinados ao Comando do 2º Distrito Naval com sede em Salvador.

Com o apoio destes navios, serão incrementadas as ações de fiscalização do tráfego aquaviário, por mar e águas interiores, nas áreas de maior concentração de turismo e lazer náuticos, em especial nos finais de semana e feriados durante todo o verão. O comandante salienta que estão sendo feitos contatos com as prefeituras, marinas, iate clubes, empresas de turismo náutico e demais entidades náuticas, a fim de divulgar e implementar as normas de segurança, bem como as ações que serão empreendidas.

O trabalho será concentrado pelo controle do tráfego aqüaviário em pontos focais, tais como canais de acesso às enseadas, baías e ancoradouros, estações de embarque e desembarque e pontos de atração turística, nas áreas onde há prática de motonáutica, principalmente a explorada por aluguel. As ações também irão reprimir a navegação em mar aberto com embarcações impróprias, além de verificar as condições de segurança das embarcações empregadas no turismo náutico e transporte de passageiros. Segundo o comandante, também serão verificadas as condições de preservação, acomodação e uso do material de salvamento das embarcações.

Ele explica que a Delegacia da Capitania dos Portos em Ilhéus adotará medidas rígidas contra infratores contumazes, lembrando que a Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário e seu regulamento prevêem penas também de suspensão de habilitação. “Serão exigidas as prescrições da referida Lei, sempre que houver evidente risco à vida humana”, disse. (Fonte: Ascom de Ilhéus)